Bolo de Romã e Sementes de Papoila - Café Patita

Confesso que já não sei onde arrumar mais formas de bolos e bolinhos — o armário que destinei a esse fim, por mais que tente, não é infinito. No entanto, ainda não domino a arte de resistir estoicamente quando me cruzo com uma forma de um tamanho ou feitio diferentes dos que tenho em casa. Ontem pequei de novo e trouxe para casa uma pequena forma tipo Bundt.

Para além do preço surpreendentemente baixo, o que me fez  ceder foi o tamanho igualmente reduzido. Dá tanto jeito poder fazer um bolo mais pequeno quando não temos muita companhia. É certo que fazer um bolo de tamanho normal rende mais, dá o mesmo trabalho e gasta a mesma electricidade (ou gás), mas depois ficamos com bolo para um batalhão, e  todos sabemos onde ele acaba. Um bolo pequeno é mais… dietético. (Esta é racionalização que me faz entupir a cozinha com tralha, uma compra de cada vez. Sou incorrigível.)

Bolo de Romã e Sementes de Papoila - Café Patita

Ora, comprada a forma, havia nova desculpa para fazer bolo. Havia também uma romã no cesto das frutas a olhar para mim. O que, como era de esperar, deu origem ao bolo — bolinho, aliás — que aqui apresento. No que toca à romã, o sabor é subtil, mas está presente, Por outro lado, a receita funciona igualmente com sumo de maçã ou de laranja. Impõe-se então a questão: vale a pena a trabalheira de extrair o sumo de uma romã? Chamem-me fútil, mas eu acho que sim, nem que seja pelo fantástico cor-de-rosa da cobertura e pela maravilhosa coroa de bagos rubi. Coisa mai’linda!

Bolo de Romã e Sementes de Papoila - Café Patita

Bolinho de romã e sementes de papoila

Para a quantidade de sumo que o bolo pede, uma romã deve chegar. O sumo pode ser extraído numa centrifugadora, ou manualmente, esmagando os bagos num passador, com um pilão ou uma espátula, mas convém não esquecer de retirar alguns bagos para a decoração. Para fazer um bolo de tamanho grande, duplicar as quantidades e deixar mais algum tempo no forno.

  • Bolo
  • 50g de manteiga amolecida
  • 125g de açúcar
  • 1 ovo
  • 125ml sumo de romã
  • 180g farinha
  • 1 c. chá de fermento em pó
  • 1 c. sopa de sementes de papoila
  • Cobertura
  • 50g açúcar em pó
  • 2 c. sopa de sumo de romã
  • 1 c. sopa de bagos de romã

Ligar o forno a 180ºC.

Untar com manteiga uma forma de bolo com chaminé de tamanho pequeno.

Numa taça, misturar a manteiga amolecida com o açúcar. Juntar o ovo e bater muito bem.

Adicionar o sumo de romã e bater até incorporar completamente.

Juntar a farinha, o fermento e as sementes de papoila e envolver até se obter uma massa homogénea.

Verter na forma, e levar ao forno por 30 minutos, ou até um palito inserido no centro sair limpo. Inverter o bolo para cima de um prato e desenformar. Deixar arrefecer antes da decoração.

Numa pequena taça, misturar o açúcar com o sumo de romã restante. Com a ajuda de uma colher deitar a cobertura no topo do bolo, deixando escorrer para os lados e, por fim, espalhar as bagas de romã.

____

Update: Participei, com esta receita, na 3ª edição do BundtMania, organizado pela Mena do blog Aventuras de uma mamã, onde poderemos ver o round-up de todos os bolos a partir de dia 15.

Comentários

  • Olá Patricia!!!
    Coisa mai linda aqui tens!! :)) E de fútil não há aqui nada! Se temos que ter o sumo da romã, pois que assim seja!!
    Parece-me perfeito este bundt!!! E já agora, podias por uma mençãozinha ao BundtMania no post?
    Gostei da sugestao e deste cantinho!
    Um beijinho,
    Mena.

    Mena Lopes,
    • Obrigada, Mena. Já adicionei a informação.
      Parabéns pelo blog e pelo BundtMania. Estou desejosa de ver todos os bundts, no dia 15.
      Beijinhos!

      Patricia,