Pilha de livros de cozinha

Esta história de voltar a escrever sobre comida, e de ter de novo um sítio onde partilhar as minhas receitas, veio acordar violentamente a minha antiga paixão por livros de cozinha, que andava meio sonolenta e completamente sob controlo. A estante voltou a ser desarrumada, com livros a acumularem-se na sala, no atelier e na mesinha de cabeceira. E depois, o inevitável aconteceu.

Os insaciáveis dedos digitaram no teclado a morada fatal: amazon.co.uk . Como num daqueles ataques ao frigorífico que destroem uma dieta em segundos, também esta shopping-spree deitou por terra as minhas promessas de contenção de despesas, e em pouco tempo estava o carrinho cheio com todos os livros que andava a namorar há meses.

O senhor das entregas ficou contente de eu morar apenas num primeiro andar, tal era o peso do caixote, e eu feliz como uma criancinha no Natal, ignorei voluntariamente que isto não era presente nenhum, e ia sair, acompanhado de um doloroso sentimento de culpa, da minha conta bancária. Detalhes.

O dilema agora seria saber por onde começar, mas a resposta veio no formato de uma verdadeira prenda de Natal antecipada. Mais preciosa do que aquela pilha de livros novinhos em folha.

Tratado completo de cozinha de copa de Carlos Bento Maia / Old Portuguese Cookbook

“Tratado Compacto de Cozinha e de Copa”, de Carlos Bento da Maia, era a Biblia das donas de casa. A minha mãe tem o seu exemplar, que pertencia à minha avó Lena, e que eu esperava vir a herdar. Mas a minha prima Ana, que acompanha sempre em primeira fila as minhas experiências culinárias, decidiu oferecer-me esta valiosíssima primeira edição que pertencera ao meu bisavô Zézinho.

Desculpem-me todas as outras pessoas que me vão dar prendas maravilhosas este Natal, mas esta já ganhou o prémio de Melhor Prenda do Ano, ainda a um mês de distância.

Tratado completo de cozinha de copa de Carlos Bento Maia / Old Portuguese Cookbook